quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Maioria é do Entorno

Hospitais do DF ficam lotados de pacientes de outras cidades e acabam sobrecarregados

Santa maria, Gama e Brazlândia são os hospitais que mais recebem pacientes do Entorno no DF
A superlotação nos hospitais do Distrito Federal por pacientes de outras cidades, principalmente, do Entorno, é um dos gargalos da Saúde da capital. Dados da Secretaria de Saúde mostram que o maior número de pacientes atendidos no DF são residentes em outros estados. Os hospitais das regiões de Santa Maria, Gama e Brazlândia são os que mais recebem a população das cidades vizinhas.
Um exemplo da quantidade de pessoas atendidas do Entorno ocorreu no Hospital Regional de Santa Maria. Segundo os números divulgados, em 30 de dezembro de 2013, de 16 pacientes submetidos à cirurgia geral, por exemplo, 15 (94%) vieram das cidades próximas do DF. De acordo com a pasta de Saúde, isso mostra a precariedade da saúde pública oferecida aos moradores de muitos municípios dos Estados de Goiás, Minas Gerais e da maioria dos estados das regiões Norte e Nordeste.
Segundo o secretário de Saúde em exercício, Elias Miziara, o ideal para tentar amenizar a situação seria a compensação de lucros. “O DF tem que receber um repasse do estado de Goiás ou do Ministério da Saúde para os atendimentos no DF dos pacientes vindos do Entorno”, explicou. Ele pontua ainda que o Ministério da Saúde teria investir nas Unidades de Pronto Atendimento nas cidades vizinhas.
Números divulgados no site da SES, referentes a 2013, apontam dados preocupantes em outros hospitais do DF. No Hospital Regional de Brazlândia, 53,2% dos pacientes internados eram do Entorno e no Hospital Regional do Gama, 43,3% eram de outros estados. Nas emergências dos hospitais de Santa Maria e Gama, a porcentagem de pacientes de outras regiões é de 52,3% e 38,4% respectivamente.
Para o coordenador de Saúde da Regional de Santa Maria, Valério Palheta, o problema é muito complexo. “Ou o Entorno para de investir somente em ambulância e começa a dar assistência para a população ou vamos viver esse problema para o resto do século. Estamos sobrecarregados demais, atendendo o triplo da população para a qual o HRSM foi projetado”, destacou.
 
Números
 
1,8 milhão de atendimento no DF
307 mil pacientes residem fora do DF
51,74% foram atendidos no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM)
298 mil pacientes são de 37 cidades goianas
5,4 mil pessoas são de 9 cidades mineiras
1,2 mil pacientes são de 3 cidades baianas
2,7 mil pessoas são de outros estado
 
Fonte: Portal Alô

Nenhum comentário:

Postar um comentário